sábado, 9 de fevereiro de 2013

História da música Taion (caso de Junko Furuta)

Annyeong shinigamis perdidos na soul society c:
Resolvi falar sobre um assusto muito, muito triste hoje. Parece uma história de terror, tava pensando se falava sobre isso no halloween, mas resolvi postar agora porque tenho coisas planejadas...

A uns tempos atras eu escutava The Gazette, e teve uma música que estava entre as minha favoritas, Taion. Eu como boa amiga (aw~) fui mostrar a música pro Caiu, apesar de ser meio pesada é bonita e nós gostamos. O Caiu resolveu mostrar pra uma amiga dele que também gostava d Gazette e ela contou a história da música.

A música foi escrita por Matsumoto Takanori em homenagem a Junko Furuta.

Em novembro de 1988, Junko foi sequestrada por quatro garotos e foi mantida refém em um cativeiro por 44 dias na casa de um dos sequestradores. Para evitar conflitos um dos garotos pediu para Junko ligar para seus pais que fugiu de casa, mas que estava segura na casa de um amigo e além disso, teve que mentir que era namorada de um deles. O pai de Junko percebeu que era mentira, mas não fez nada porque um dos caras era integrantes da máfia Yakuza, a pior máfia japonesa.

Junko foi espancada com taco de golfe e bambu, teve seu rosto empurrado contra o concreto, cera quente espirrada em seu rosto, teve seu seio furado de lado a lado por agulhas, palpebras queimadas, mãos esmagadas, teve seu mamilo arrancado por um alicate, foi estuprada, teve suas mãos amarradas no teto e servindo de saco de pancadas, seu nariz estava quebrado podendo respirar apenas pela boca, halteres jogados em sua barrida, ela não conseguia beber água, tentou fugir mas foi queimada por cigarros e jogaram liquido inflavel em seus braços e pernas, foi obrigada a comer barata e beber sua propria  urina, teve que se despir e se masturbar na frente dos sequestradores, teve objetos (garrafa, lampada quente, fogos de artificio, cigarros, espeto e tesoura) introduzidos em sua vagina/anus, seus tímpanos ficaram danificados e teve extrema redução no cerebro, não conseguia andar nem urinar, passou ano novo sozinha, não conseguia se mover.
Junko implorava para que eles a matassem por que ela já não aguentava mais aquilo. Sua tortura final teve duas horas. Junko foi estuprada 400 vezes mais ou menos. Os garotos esconderam seu corpo em um tambor de 55 galões cheio de cimento e largado em Koto, Tóquio. Os torturadores foram presos e tratados como adultos.

Além da música, o caso de Junko teve dois filmes.

~*~
Eu não vou dizer que não gosto de pessoas, mas a maioria delas me dão nojo. As pessoas fazem coisas terriveis como essa e me pergunto: O que raios vocês ganham em troca? Ela sabem que mais cedo ou mais tarde vão ser presas, mortas ou sei lá o que, então por que eles fazem isso? Gostam de ver as pessoas sofrendo? Se for isso, é o motivo mais ridículo que possa existir.

Queria saber se ela foi colocada viva dentro daquele cimento, dizem que ela foi queimada e colocada dentro do tambor, mas como? 

Os garotos antes de serem julgados ainda tiveram a coragem de dizer que não sabia que ela estava machucada, pra eles eram fingimento da menina. Que tipo de pessoa torturada vai fingir que não sofreu nenhum dano?

Não sou do tipo de pessoa que fica triste por causa de morte e outras coisas, mas esse me abalou... me abalou por causa da frieza desses caras.

Eu parei de escutar a música e não to escutando muito o The Gazette.

4 comentários:

  1. A versão que eu vi foi mais "real", na qual falava que ela fora queimada por final. Por isso o nome "Taion" (Temperatura Corporal em japonês)~
    Acho que esse post foi desnecessário, desculpe HUASIKJNDSADLUAHKJDDAUKJDALDUAKJDNADUIAHDKJADNA Se fosse um blog da banda e de jrocok tudo bem, sabe? Quando mistura anime/banda é meio complicado para mim como uma fã 8D Eu gosto muito da música Taion e ela sempre será FODA e música por música, algo muito legal e diferente. Acho que eu não ligo tanto pela história real, mas a música consegue passar isso, e faz as pessoas procurar por o que ela é, porque ela tem sentimentos, triste, reais demais para serem ignorados 8D Saudades de tempos que the GazettE prestava dessa forma. Hoje em dia faz música como coisa pra vender e é lixo, sinceramente.

    Acho que não tem nada a ver essas coisas com parar de ouvir a banda 8D só como "não era fã ou já não gostava dessa música desde o princípio" ~ Fiquei arrepiada quando eu li isso também, afinal eu tinha uns 12 anos, mas eu passei a gostar mais da música. Não pela história, mas pela história, saca? SAUSHUASHAUSHASHAUSH

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. onde eu achei o texto tava falando que ela fi totalmente queimada e jogada dentro de um tambor de cimento, mas eu pensei que se ela fosse totalmente queimada ela seria só cinzas e que tipo de pessoa juntaria cimento com cinza? Ainda mais dento de um tambor gigante e_e então não entendi bem isso...
      eu gostava da música, mas depois da história ficava feio sla... chateada? não sei a palavra, mas a música também não faz meu estilo e-e

      Excluir
  2. cara meio a mus é uma homenagem a Junko mas se vc prestar atenção na letra tão linda e profunda q ñ qr dizer a respeito só da Junko e tambem acho q essa musica e meio q um meio d protestar contra essas pessoas nojentas e repugnantes como esse assassinos eu tambm fikei me tremendo quando vi esse caso mas mesmo q vc ñ goste da mus taion ñ é motivo pra vc deixar de escutar The GazettE,por exemplo ñ gosto da mus. my dvil in the bed mas nen tudo é perfeito ,bm é vc qm sba pois pramim ainda AMO A MUS. TAION

    ResponderExcluir
  3. Eu realmente estou chocado com essa história, Taion sempre foi e sempre será uma de minhas músicas favoritas do The Gazette, sempre quis saber a história por trás da música , pois ela é tão carregada de sentimentos e tão pura. Agora que sei a história por tras da música, Taion além de ser uma de minhas músicas favoritas, vai ser a música com mais significado para mim. Realmente, oque ocorreu a Junko foi uma tragédia, era uma garota tão linda...

    ResponderExcluir

• Não comente nada ofensivo.
• Avisos sobre erros na postagem são bem-vindos.